Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | WSOP

Evento 2 $40K NLH - Lunkin Conquista Segundo Bracelete Na WSOP

Compartilhe
O evento de maior buy-in fora o 50K H.O.R.S.E. começou a quatro dias, com 201 dos maiores jogadores pagando $40,000 com a esperança de ganhar os quase 2 milhões de dólares e o cobiçado bracelete da WSOP. A maioria dos grandes nomes não conseguiu chegar à mesa final, mas jogadores como o ex-campeão do Main Event Greg Raymer, o veterano Ted Forrest e os conhecidos jogadores da internet Justin Bonomo, Isaac Haxton e Dani Stern estavam lá. A mesa final foi formada com a seguinte contagem de fichas:


Seat 1 – Ted Forrest 560,000
Seat 2 – Noah Schwartz 660,000
Seat 3 – Alec Torelli 2,340,000
Seat 4 – Isaac Haxton 5,955,000
Seat 5 – Greg Raymer 3,345,000
Seat 6 – Justin Bonomo 1,685,000
Seat 7 – Lex Veldhuis 3,805,000
Seat 8 – Dani Stern 1,300,000
Seat 9 – Vitaly Lunkin 4,565,000

A ação nas primeiras rodadas consistia de raises e folds, até que Justin Bonomo ganhou um presente de Greg Raymer quando ele moveu all-in depois do raise de Raymer. Raymer deu o call com A-8 e o A-J de Bonomo se manteve a melhor mão. Bonomo chegou a 3 milhões de fichas enquanto Raymer ficou com menos de 2 milhões.

Ted Forrest chegou como short stack e sabia que teria que se mexer para ter a chance de vencer o torneio. A ação chegou em fold até Noah Schwartz no small blind e ele aumentou o suficiente para colocar Ted em all in. Ted deu o call com J-10 off suit para ver que Schwartz tinha um par de Três. O flop com K-9-2 de espadas deu a Schwartz um flush draw para trabalhar junto de seu par. O turn tornou a mão mais emocionante e adicionou alguns outs para Forrest, com um 8 vermelho. No entanto, o river não foi uma das cartas que Forrest precisava. Ted Forrest terminou na nona colocação e recebeu $230,317.

Noah Schwartz também chegou short stack e se juntou a Forrest quando recebeu A-K e moveu all in pre-flop, apenas para descobrir que estava com problemas quando Raymer deu call com par de Ases. O par de Ases de Raymer, ao contrário do dia anterior onde eles foram quebrados duas vezes, permaneceram como a melhor mão e Noah Schwartz terminou o torneio na oitava colocação com $246,834.

Depois de seu erro contra Bonomo, Raymer se reencontrou no jogo. Depois do raise de Isaac Haxton para 225,000, Raymer deu o call imediatamente à sua esquerda. O flop trouxe 9-6-5 com duas espadas e Haxton deu check. Raymer apostou 400,000 e Haxton não perdeu tempo antes de anunciar que estava all-in. Raymer disse “I call” antes de Haxton terminar sua fala e abriu par de Seis para o set. Haxton tinha par de Valetes e não conseguiu acertar um de seus dois outs. Isso deixou Raymer com quase 6 milhões em fichas e Haxton abaixo da marca de 3 milhões.

Lex Veldhuis sofreu uma bad beat contra Dani Stern e logo depois moveu all-in depois do raise de Greg Raymer. Lex tinha A-7 de ouros e Raymer pagou rapidamente com o seu par de Reis, mão que se manteve a melhor para eliminar Lex Veldhuis na sétima colocação com $277,940.

Alec Torelli não encontrou muitas chances na mesa final e caiu para menos de 1 milhão de fichas, momento no qual ele moveu all-in do cutoff com A-2, sendo pago por Isaac Haxton que tinha A-10. O bordo não ajudou Alec Torelli e ele foi eliminado na sexta colocação e recebeu $329,730 por seus esforços.

Dani Stern chegou à mesa final com o 3º menor stack, e depois de ganhar algumas mãos, se viu abaixo da casa dos 2 milhões. Stern então moveu all in depois do mini-raise de Raymer, que deu call com par de Setes. Stern tinha A-10 e estava eliminado até o turn quando o bordo mostrava Q-Q-4-6. O river, no entanto, foi um 10 e Stern conseguiu um necessário double-up.

Junto com Greg Raymer, Justin Bonomo era o jogador mais ativo na mesa final. Justin recebeu um par de Valetes e aumentou para 250,000. Ele recebeu call de Isaac Haxton no small blind e de Greg Raymer no big blind. O flop trouxe 10-9-3 com duas cartas de copas e Haxton apostou 300K. Raymer deu fold e Bonomo moveu all in de cerca de 2.8 milhões. O problema para Bonomo foi que Haxton tinha dado apenas call antes do flop com par de Ases. Os “rockets” se mantiveram como a melhor mão e Justin Bonomo foi eliminado na quinta colocação ganhando $413,166 por seus cinco dias de trabalho.

Isaac Haxton começou o dia como chip leader mas com quatro jogadores restantes ele se viu ao lado de Dani Stern como um dos dois short stacks. Stern deu limp no botão e Haxton, tentando ganhar o dinheiro morto do limp de Stern, moveu all-in com K-7 de paus. Stern decidiu dar o call com par de Cincos. O flop com A-6-3 e duas de paus deixou Haxton com uma tonelada de outs. O 9 de paus no turn decidiu a mão em favor de Haxton, deixando Stern com pouquíssimas fichas. Ele foi eliminado logo depois em um all-in pré-flop com Q-10 contra o A-K de Vitaly Lunkin. Dani Stern ficou com a quarta colocação e ganhou $548,315 por ela.

Raymer, ex campeão do mundo, mostrou que talvez goste demais do par de cincos, ou “presto” como ele gosta de chamar. Raymer aumentou para 400K e Haxton anunciou um re-raise para 1.25 milhões. Em uma jogada não muito comum, Raymer moveu all-in de 8.1 milhões no total. Haxton tinha um pouco mais em fichas e deu call com par de Noves, ficando muito feliz ao descobrir que estava ganhando. Seu par se manteve o melhor e Greg Raymer foi eliminado na terceira colocação com um prêmio de $774,927. Raymer é tão gracioso na derrota quanto na vitória e entregou o pequeno fóssil que ele utilizava como protetor de cartas para o jovem Haxton.

O Heads-Up começou com Haxton com uma vantagem de 2:1 em fichas sobre Lunkin, mas Lunkin rapidamente assumiu o controle e a liderança do torneio. Haxton se recuperou e reassumiu a liderança, mas depois de aumentar para 400K, Lunkin anunciou re-raise para 1.4 milhões e Haxton cuidadosamente anunciou all-in. Lunkin deu o call com par de Dez e Haxton tinha apenas K-3 de paus. Um 10 apareceu no flop e Lunkin agora tinha uma liderança de 2:1 sobre Haxton.

A Lady luck não abandonou Haxton, quando ele moveu all-in depois da aposta de Lunkin em um bordo com K-5-3-6 com K-10. Lunkin pagou instantaneamente com par de Ases e Haxton disse a frase mais usada no poker: “one time.” Bem, a vez de Haxton era essa, já que o river foi um 10 e Haxton chegou a 14 milhões em fichas contra os 10 milhões do frustrado russo.

Haxton moveu all-in em um flop com A-5-4, todas de paus, com Q-8 off, sendo o 8 de paus. Lunkin deu call com Q-10, e a Dama de paus. O turn foi um 8 e a menos que Lunkin recebesse um 10 ou uma carta de paus no river, Haxton ganharia o bracelete. Lunkin não disse, mas tenho certeza que estava pensando “one time!” e seus pensamentos foram atendidos, já que o river foi uma carta de paus e Lunkin assumiu a liderança com 18.5 milhões contra 5.5 milhões de Haxton.

Lunkin continuou recebendo boas cartas, e com outro par de Ases ele decidiu dar limp. Haxton aumentou para 600K e Lunkin deu call. O flop trouxe Q-10-8 de ouros e Haxton apostou 1.2 milhões. Lunkin moveu all in e Haxton deu call com 8-3, sendo o 3 de ouros. Lunkin não tinha o Ás de ouro, então Haxton tinha alguns outs para vencer a mão. O turn foi o 7 de paus e o river trouxe o Rei de espadas. Lunkin vencia o seu segundo bracelete na WSOP em dois anos. Isaac Haxton ficou com a segunda colocação e recebeu $1,168,566.

Vitaly Lunkin é o campeão do evento de 40K NLHE e ganhou o prêmio de $1,891,012 para acompanhar seu segundo bracelete da WSOP. Parabéns Vitaly!