Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | WSOP

WSOP 2009 – Mão Do Dia Três No Evento De 40K

Compartilhe
A ação começou com Lex Veldhuis aumentando para 95K em posição média. Justin Bonomo deu call em posição final e Noah Schwartz acompanhou pagando do big blind.

O flop trouxe A-K-3 com duas espadas. Schwartz deu check e Veldhuis faz uma aposta de continuação de $175K. Bonomo dá call e Schwartz aumenta para 650K, fazendo com que Veldhuis dê fold. Bonomo pensa por alguns momentos e anuncia all-in. Schwartz não dá call imediatamente, mas não demora muito para pagar com par de 3’s e um set. Bonomo tem A-10 off-suit (sem espadas) e praticamente não tem mais chances. O set se mantém a melhor mão e Schwartz dobra para cerca de 3 milhões em fichas, enquanto Bonomo cai para 2.7 milhões.

A razão de eu querer discutir esta mão é por eu achar esse um bom exemplo de um jogador que não parou para pensar. Alguns podem argumentar que não foi uma jogada ruim de Bonomo, especialmente por causa de seu stack, mas acho que se revisarmos a mão pensando cada movimento, esse all-in é uma opção muito ruim. Vamos analisar a mão do início ao fim.

Pré-flop, Lex, um jogador agressivo, poderia aumentar com uma grande variedade de mãos. Bonomo sabe disso e tem fichas e posição para dar o call. Como Lex, o range de Justin é muito grande aqui. Ele poderia ter qualquer mão, já que sabe-se que ele sabe como usar posição para levar os potes. Schwartz, no entanto, ao dar apenas call no big blind, nos diz que tem uma mão que é jogável, mas não uma grande mão. Se eu estivesse jogando nessa mesa, eu acharia que ele tem uma mão como suited connectors, um par pequeno ou uma mão marginal como K-J ou K-10.

No flop, Schwartz da check e Lex faz uma aposta de continuação padrão. Isso não muda nada, pois Lex faria isso com “the nuts” ou sem absolutamente nada. Bonomo dá apenas call, o que significa uma destas duas coisas:

1) Ele está tentando comprar o pote no turn, ao aplicar o floating no flop, ou
2) Ele acertou o flop e quer se aproveitar de sua posição para extrair mais fichas de Lex.

Schwartz então aplica o check-raise. Isto deveria disparar os alarmes para Lex e Bonomo. Ele deu apenas call no flop e aplica o check-raise em um bordo com A-K-3. Há duas cartas de espadas no bordo e Schwartz deu um grande raise. Esta não é uma jogada típica que os jogadores fariam com um flush draw. Geralmente, um jogador com um flush draw fora de posição, escolherá uma destas três opções: Sair apostando, dar check/call ou check raise all-in (Eu já vi muitos over bets nestes check raise all-in que fica fácil saber quando eles têm um flush draw). Schwartz não escolheu nenhuma destas opções, portanto acho seguro eliminar o flush draw.

Então qual mão Schwartz poderia ter?

Acho que podemos eliminar par de Ases ou Reis e até Ás e Rei, já que com estas mãos ele daria um re-raise antes do flop. É possível que ele estivesse fazendo slowplay uma destas três mãos, mas improvável. Uma mão como A-Q ou A-J é possível. K-J ou K-Q? Provavelmente não.

Eu acho que Schwartz sairia apostando com estas mãos para saber se alguém tem um Ás. Isso nos deixa com outra possibilidade. Par de 3’s. A maneira com que essa mão foi jogada faz com que o par de três se encaixe definitivamente no range de mãos de Schwartz. Uma mão como Ás e lixo? Novamente, acho que ele provavelmente sairia apostando para saber onde se encontra. Então conseguimos colocar Schwartz em uma de três mãos (embora eu saiba que alguns podem argumentar que o flush draw é uma possibilidade, eu apenas acho que é uma possibilidade muito pequena para incluir aqui). Estas três mãos ganham de A-10. A questão então é se podemos induzir o fold de uma mão como A-Q ou A-J se movermos todas as nossas fichas para o pote. Schwartz já comprometeu quase metade de suas fichas no pote e a única mão com a qual ele daria fold aqui seria um grande blefe, que nós já descartamos. A melhor ação aqui seria reduzir suas perdas e dar fold.

Moral desta mão? Mesmo jogadores profissionais top com grandes stacks podem ser culpados de não pensar e analisar a situação. Não cometa este erro. Quando você encarar um pote com mais de um oponente, trabalhe os diferentes cenários em sua mente e coloque o seu oponente em um range de mãos específico.

*Confira aqui todos os detalhes da World Series of Poker*