Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | BLOG

Bom De Poker - Jeremy “Chipsteela” Menard – De Volta À Velha Fase

Compartilhe
Tudo o que posso dizer é que estou em uma fase terrível, devido ao fato de ter desenvolvido uma habilidade de perder para 2 outs na bolha da mesa final ou em alguma parte importante do torneio, onde acabo perdendo toneladas de fichas. Eu sei que disse que ia tentar evitar reclamar das bad beats, mas tem sido muito “sick” ultimamente. O FTOPS  está acontecendo a todo vapor e até agora eu não ganhei nada, a não ser várias histórias de bad beats. Vou falar de algumas delas.

Alguns domingos atrás eu estava em um dia terrível, como quase sempre aos domingos. Eu estava quase cancelando os registros nos torneios que começavam mais tarde, mas decidi que não desistiria sem lutar. Eu então consegui desenvolver um grande stack no início do 200 com rebuys do PokerStars e as coisas pareciam estar indo bem. Eu tinha cerca de 30K em fichas com os blinds em 150/300 quando isso aconteceu. Eu tinha 4-4 em posição inicial e com tantas fichas eu dou raise sempre com um par, esperando acertar um set contra algum jogador com um stack similar ao meu, já que os implied odds são imensos. Eu acabei recebendo call de Shane “Shaniac” Schleger no small blind, que tinha umas 26.000 fichas. Ninguém na mesa tinha um stack parecido com o nosso.

O flop trouxe 3-4-7 com duas de espadas, o que é no mínimo um flop decente. Eu realmente duvido que alguém como Shaniac daria call com 5-6 sem posição, então não estou preocupado em estar perdendo aqui, ao invés disso, estou concentrado em colocar todo o dinheiro no pote contra uma mão que me deixe como grande favorito. Bom, ele da check, eu aposto e ele dá um grande re-raise. Bingo! Eu dou apenas call para encorajar mais ação, já que ele está blefando. Eu quero que ele continue, e se uma espada aparecer eu vou dar uma freada. Então ele aposta novamente no turn e eu movo all-in esperando por um call. E é isso que acontece, mas infelizmente ele tem 7-7 e eu só tenho um out. Não pense que eu poderia considerar o fold contra este oponente em particular neste torneio em particular, já que o jogo tende a ser muito mais agressivo. Eu apenas dei risada da minha falta de sorte enquanto ele puxava o pote de 55K. Mas não foi tudo, nem de longe é o fim.

No dia seguinte eu me encontro com um grande stack no início do 100 com rebuys do Stars. Eu tinha umas 20.000 fichas com os blinds em 125/250, e tenho muito mais fichas do que todos em minha mesa. Eu recebo novamente 4-4 e pago o raise de um jogador muito bom que abriu em posição inicial, conhecido no online como “Thorladen”. Eu nunca consegui ganhar um pote contra esse jogador, então achei que era minha chance. Ele tinha dado um suck-out algumas mãos antes e tinha 16.000 fichas, então novamente eu tinha grandes implied odds para um set.

Você acredita que o flop foi 2-4-7 desta vez? Assim que vi o flop eu disse para um amigo para abrir minha mesa porque eu provavelmente perderia com set x set. Ele aposta no flop como eu esperava que ele fizesse independente do que ele tivesse e eu aumento com meu set esperando que ele tenha um overpair, e desta vez ele da apenas call. O Turn é um 10 e ele aposta novamente, e nesta hora eu to pensando “é impossível que isso vá acontecer de novo”, mas ainda assim movo all-in. Quando ele dá call eu já sei o que ele tem antes de abrir suas cartas. Adivinhou: 7-7 novamente. Eu gostaria de saber de verdade quais são as chances de essa mesma situação acontecer dois dias seguidos com os mesmo pares. Às vezes me pergunto se o poker é real.

Vou para o FTOPS. Desta vez eu decidi jogar menos eventos do que costumava jogar, até porque minha namorada estava na cidade no final de semana. Os primeiros eventos não foram bons, já que acabei eliminado em mãos sem escapatória ou recebendo bad beat. Então na quinta-feira eu entro no evento de 200. Eu estava ansioso para jogar este evento porque por alguma razão eu me dou bem neste tipo de torneio. Deve ser porque eles são tão deeps que você pode cometer um errinho ou outro. Eu construí um stack decente antes do add-on, mas perdi algumas fichas pouco antes do break quando um jogador acertou uma quadra no flop contra meu par de Reis. Algumas mãos depois do break eu recebo A-A.

Um jogador muito tight aumenta em posição inicial e eu decidi dar re-raise, já que ele estava jogando tão tight que devia mesmo ter uma grande mão, e eu esperava conseguir colocar todas as fichas no pote antes do flop. Ele aumentou para 300 nos blinds 50/100 e eu voltei tudo 900. O cenário dos sonhos se realiza quando um short-stack move all-in de 2K depois de mim e a ação volta ao primeiro jogador que aumenta novamente, para 3.300. Ele já estava comprometido com sua mão, então eu movo all-in. Ele dá call e abre K-K, enquanto o outro jogador tem A-Q offsuit. Tudo pra mim certo? Ainda não. O flop trouxe T-J-2, então eu tinha que desviar de mais alguns outs. Aí o turn abre aquele belo Rei, colocando os dois jogadores à frente. Pra quê eu iria querer 17K em fichas no blind 50/100 em um torneio cheio de jogadores ruins?

Eu cheguei ITM nos dois eventos do FTOPS no Sábado, terminando mais ou menos em 50º nos dois.

Aí cheguei longe no 2nd Chance do PokerStars no Domingo, apenas pra desafiar um 8-8 com meu A-A. Claro que ele flopou um set. Depois dessa eu simplesmente saí de casa e joguei meu chinelo longe, o mais longe que consegui. Ainda não o achei... Eu acho que preciso comprar um saco pra treinar boxe, ou talvez procurar um terapeuta. Espero ter algum sucesso nos últimos eventos do FTOPS, porque se não conseguir deve ter algum emprego pra mim na área de telemarketing. Mas por alguma razão estou me sentindo bem, e acho que é porque algo grande virá. Veremos...