Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Eventos de Poker

Pieter de Korver Leva O Título Do EPT Grand Final Para A Holanda

Compartilhe

O PokerStars.com European Poker Tour (EPT) cresce de um jeito que parece não ter fim. A cada ano, o EPT vê mais e mais jogadores em seus eventos, mais paradas adicionadas ao Tour e seu prestígio aumentar. A quinta temporada não foi diferente.

As duas últimas etapas da quinta temporada indicaram o crescimento do EPT, mesmo no meio de uma crise financeira. No EPT San Remo , quase 1.200 jogadores pagaram os €5.300 para participar do Main Event, e o crescimento continuou já que 935 jogadores foram para a Grand Final em Monte Carlo, pagando os €10.000 para participar do que se transformou em um evento espetacular, monitorado por jogadores e fãs do mundo inteiro.

O Dia 1A trouxe 396 jogadores para o Monte Carlo Bay Resort Hotel em Mônaco. Entre eles estavam Phil Ivey, Erik Seidel, Barry Greenstein, Daniel Negreanu, Chris Moneymaker, Greg Raymer, Annettte Obrestad, John Juanda, Tony G., Mike McDonald, Lee Nelson, Luca Pagano, Johnny Lodden, Humberto Brenes, JJ Liu e o campeão do EPT San Remo Constant Rijkenberg .

Mas quando o dia terminou, eram apenas 223 deles vivos no field. Sentado confortavelmente na liderança em fichas estava Lee Nelson com 253,600 fichas, seguido por Luca Pagano  com 169,600. Anthony Donald Venturini era o terceiro, seguido pelo brasileiro Thiago “Decano” Nishijima e por Faraz Jaka.

O Dia 1B atraiu mais 539 jogadores para as mesas, totalizando 935 jogadores, quase 100 a mais do que na edição do ano passado. Isso formou uma premiação de €9.35 milhões. Alguns dos jogadores que participaram do segundo dia inicial incluíam Peter Eastgate, Joe Hachem  , Vicky Coren, Gavin Griffin, Gus Hansen, Phil Laak, Glen Chorny, Evelyn Ng, Max Pescatori, Nenad Medic, David Williams, Yevgeniy Timoshenko, Sandra Naujoks , Jeff Madsen, Ylon Schwartz, Katja Thater, Dave Ulliott, Barny Boatman, a estrela do rap Nelly e Boris Becker.

Quando o jogo se encerrou, quase o mesmo número de jogadores do primeiro dia conseguiu avançar para o Dia 2. Amicha Barer era o chip leader com 207,800 fichas, e Dan Dyke vinha na segunda colocação com 179,700. Completando os cinco primeiros estavam Niccolo Caramatti, Dag Palovic e Steve Berdah.

O Dia 2 viu aproximadamente 500 jogadores de volta para a disputa com o objetivo de diminuir o field, e assim foi feito com as eliminações de jogadores como Andy Bloch, Ray Rahme, Chad Brown, Ivan Demidov, Dario Minieri, Arnaud Mattern, Chris Ferguson e Boris Becker. Mas enquanto estes partiam, Annette Obrestad corria na direção contrária, chegando aos primeiros lugares em fichas.

Quando a contagem de fichas final do dia estava completa, 138 stacks permaneciam em disputa, sendo que Marc Naalden tinha o maior deles com 777,000 fichas. Obrestad tinha 671,500 na segunda colocação enquanto Joe Ebanks, Vadim Shlez e Peter Traply completavam os cinco primeiros lugares no quadro de líderes.

O Dia 3 viu muita ação nos níveis iniciais, com os jogadores tentando permanecer vivos para chegar aos 88 lugares premiados. Alguns dos que não conseguiram e deixaram a disputa sem premiação foram Joe Hachem, Andre Akkari, Isabelle Mercier, Lee Nelson e Ilari Sahamies. Mas a posição de bolha do torneio ficou com Marcel Luske, que moveu all-in de 40K depois de um flop com {2-Hearts}-{10-Hearts}-{3-Diamonds}. Sebastian Ruthenberg deu call com par de Dois e um set e Luske tinha apenas {A-Spades}-{9-Spades} e ace high. Luske não conseguiu melhorar a sua mão, mesmo depois do Valete no turn, e ficou com a 89ª colocação.

O jogo continuou, e Niccolo Caramatti foi o primeiro jogador premiado, ganhando €20,000 pela 88ª posição. Outras eliminações importantes incluem as de Luca Pagano na 55ª colocação, JJ Liu na 44ª, Steve Sung na 41ª, Alex Kravchenko na 38ª, Sandra Naujoks na 36ª e Sebastian Ruthenberg na 33ª. Com a eliminação de Walid Bou Habib na 32ª colocação o torneio foi paralisado, com Matthew Woodward na liderança com 2,726,000 fichas. Ludovic Lacay estava em segundo com 2,235,000, seguido por Marc Naalden, Johannes Strassman e Steven Silverman.

O Dia 4 era o dia em que os oito finalistas seriam conhecidos, e demorou bastante para atingir a mesa final. O dia começou com a eliminação de John Cernuto na 31ª posição com um prêmio de €45,000 e outros jogadores conhecidos entre os eliminados eram George Danzer, eliminado em 23º, Ludovic Lacay em 21º, Johannes Strassman em 14º e Annette Obrestad que ficou com a 13ª posição.

Com as eliminações de Steven Silverman e Grayson Physioc, em 12º e 11º respectivamente, Marc Naalden ficou com a décima colocação. Com os últimos nove jogadores em uma só mesa, foi Chris Rossiter quem moveu all-in com {A-Clubs}-{Q-Spades} contra o {6-Clubs}-{8-Clubs} de Dag Martin Mikkelsen. O flop deu ainda mais vantagem ao short-stack com {8-Spades}-{A-Spades}-{5-Hearts}, e o {4-Hearts} no turn ainda o mantinha na frente. Mas o {7-Hearts} no river deu um straight a Mikkelsen, que eliminou Rossiter na nona colocação e €125,000 pela bad beat.

A mesa final oficial foi formada com a seguinte contagem de fichas:

Dag Martin Mikkelsen (Noruega) 7,315,000
Matthew Woodward (EUA) 4,560,000
Peter Trapley (Hungria) 4,365,000
Mikhail Tulchinskiy (Rússia) 3,220,000
Eric Qu (França) 2,880,000
Pieter de Korver (Holanda) 2,500,000
Daniel Zink (Alemanha) 1,865,000
Alem Shah (Alemanha) 1,490,000

A final começou no dia 03 de Maio de maneira calma, mas isso só durou até que dois dos maiores stacks se enfrentassem.

Tudo começou com o raise de Woodward e o re-raise de Mikkelsen. Trapley moveu all-in do botão de 4.25 milhões. Woodward deu fold e Mikkelsen deu call com par de Damas. Trapley tinha {A-Diamonds}-{K-Hearts}. O borda não mudou a situação com {8-Hearts}-{5-Clubs}-{2-Hearts}-{10-Diamonds}-{6-Spades} e Mikkelsen chegou a quase 12 milhões em fichas, eliminando Peter Trapley na oitava colocação com um prêmio de €170,000 por seus esforços.

O jogo freou novamente até que Zink movesse all-in antes do flop com {A-Hearts}-{J-Hearts}. E foi novamente Mikkelsen quem deu o call, dessa vez com um dominante {A-Diamonds}-{K-Hearts}. O bordo trouxe {8-Diamonds}-{K-Spades}-{2-Diamonds}-{J-Diamonds}-{A-Clubs} e Mikkelsen tinha dois pares melhores do que os de Daniel Zink que ficou com a sétima colocação e €250,000.

Mikkelsen então se sentou e deixou que alguém fizesse o trabalho sujo. Este alguém era Tulchinskiy, que pagou o all-in de Shah. Tulchinskiy tinha {A-Diamonds}-{K-Hearts} e Shah estava dominado com seu {A-Spades}-{10-Clubs}. O bordo novamente manteve a vantagem do Big Slick com {8-Clubs}-{3-Clubs}-{3-Diamonds}-{2-Clubs}-{6-Spades} e Alem Shah ficou com a sexta colocação e os €350,000 que a acompanhavam.

Qu foi o próximo a colocar o seu torneio em risco, e ele o fez com um {K-Hearts}-{Q-Hearts}. Novamente Tulchinskiy foi o único a dar call, e novamente dominava o adversário com {A-Diamonds}-{Q-Spades}. O dealer vagarosamente abriu o bordo com {3-Diamonds}-{J-Spades}-{5-Spades}-{K-Diamonds}-{A-Spades} e embora Qu tenha tido esperanças no turn, o river acabou mandando Eric Qu para casa na quinta colocação com €470,000 em prêmios.

No início da ação em quatro jogadores, Mikkelsen ainda tinha mais de 15 milhões de fichas e uma liderança sólida, mas de Korver dobrou contra ele no que foi o início de sua decadência. Ele continuou perdendo suas fichas nas rodadas seguintes até que se viu em all-in de 360K com {A-Clubs}-{8-Hearts}. Tulchinskiy e de Korver deram call e check até o final no bordo que ficou com {10-Spades}-{4-Diamonds}-{9-Clubs}-{Q-Diamonds}-{4-Clubs}. Foi de Korver com {Q-Hearts}-{9-Diamonds} quem ganhou a mão e eliminou Dag Martin Mikkelsen em uma improvável quarta colocação, posição essa que lhe rendeu €600,000.

O jogo ficou mais cauteloso até que Tulchinskiy decidiu se arriscar com {Q-Hearts}-{10-Hearts} contra o par de Três de Woodward. O bordo trouxe {J-Hearts}-{2-Spades}-{8-Spades}-{4-Diamonds}-{2-Hearts} para manter o par à frente e eliminar Mikhail Tulchinskiy na terceira colocação com um prêmio de €800,000 por sua performance.

Depois de uma pausa para o jantar, o heads-up começou com a seguinte contagem de fichas:

Pieter de Korver (Holanda) 15,270,000
Matthew Woodward (EUA) 12,755,000

A ação começou na 110ª mão da noite, e continuou por mais quase 50 mãos, período esse que viu de Korver aumentar a sua liderança sobre Woodward.

Eventualmente, Woodward aumentou e de Korver deu call para ver um flop com {5-Hearts}-{10-Hearts}-{6-Hearts}. Woodward apostou depois do check de de Korver, mas o holandês tinha outros planos e moveu all-in. Woodward finalmente deu call com {6-Clubs}-{4-Hearts}, mas de Korver mostrou {9-Spades}-{6-Spades} para o mesmo par e um kicker melhor. O turn foi a {Q-Spades} e o {7-Spades} no river colocaram fim à disputa.

Matthew Woodward ficou com a segunda colocação no EPT Grand Final, o que lhe rendeu €1,300,000 por seu desempenho memorável.

E foi Pieter de Korver, da Holanda, quem ganhou o torneio de mais prestígio do mundo. Por sua vitória no EPT Grand Final em Monte Carlo, de Korver ganhou incrível €2,300,000 por sua grande atuação sobre um field repleto de estrelas.

(Agradecimentos ao Blog do PokerStars e ao PokerNews pelas informações detalhadas sobre o torneio)