Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Mundo do Poker

High Stakes Poker – 8º Episódio da 5ª Temporada

Compartilhe

Após a ação franca das primeiras seis semanas, os oito novos jogadores na última semana no High Stakes Poker ofereceram um jogo com muita conversa e pouca ação, com exceção de algumas boas jogada do ex-campeão do Main Event da World Series of Poker Joe Hachem. O oitavo episódio deu uma chance de redenção a Antonius, Esfandiari, Laak, Negreanu, Simon, Cassavetes, Lederer e Hachem. Com os jogadores mais acostumados com o estilo dos outros, esperava-se que o jogo se desenvolveria mais abertamente. Vamos então olhar o que aconteceu de melhor no último episódio.

Depois da primeira mão, Daniel Negreanu  aumentou para $2.500 com {6-Spades}-{5-Spades}. Ele recebeu o call de Patrik Antonius que tinha A-10 suited. O flop trouxe 3-4-8, com uma de espada. Daniel aplicou uma aposta de continuação de $4.000 e Patrik pagou mais uma vez. O turn foi o {A-Spades}, dando a Negreanu um flush draw junto com seu straight draw. Ele apostou $10.000 e Patrik pagou novamente com o top pair. O pote já tinha $35.800 e o river foi o {4-Spades}, completando o flush de Negreanu. Ele deu check e Antonius apostou $18.000, aposta essa igualada por Negreanu, para levar o pote de $71.800.

Após o comercial, os comentaristas Gabe Kaplan e AJ Benza falaram sobre o sentimento coletivo dos espectadores, deixando claro que não estavam felizes com o foco nas apostas paralelas, e que profeririam mais poker e menos conversa. AJ chegou a sugerir que separassem Antonius e Phil, que parecem ser os que mais falam na mesa.

A mão seguinte mostrou a diferença do estilo deste grupo e o grupo de jogadores das primeiras semanas. Depois que Negreanu aumentou para $2.500 com par de noves, Antonius deu call com {Q-Spades}-{8-Spades} e Laak deu re-raise para $16.000 com par de Ases. Lederer então desistiu do seu par de Setes e Hachem, continuando com a leitura apurada da primeira semana, deu fold em A-K! É provável que os jogadores da semana passada jogassem estas duas mãos. Negreanu deu call e Antonius fold. O flop foi K-10-2 e os dois deram check. O turn foi um 7, e Laak apostou $17.500 no pote com $37.300. Negreanu deu fold e todos na mesa, liderados por Esfandiari, disseram que Laak tinha ou um set de Reis ou par de Ases.

A mão seguinte apresentou alguma controvérsia. Negreanu aumentou para $2.500 com par de Reis e foi pago por Laak e Lederer, com um par de oitos e {K-Diamonds}-{J-Diamonds} respectivamente. Cassavetes então anunciou re-raise para $17.500 com A-J offsuit. Negreanu aumentou novamente, para $29.300, forçando o fold de Laak e Lederer, mas Lederer, sem intenção, expôs sua mão quando deu o fold. Nick finalmente deu fold e Negreanu esbravejou um pouquinho sobre as cartas expostas, pensando que Cassavetes tinha um par de Valetes.

A mão seguinte viu Antonius aumentar para $3.500 com par de Setes, sendo pago por Negreanu com {K-Clubs}-{J-Clubs}. O flop com J-2-J deu uma trinca a Negreanu, e ele aplicou o check raise em Antonius, quando esse apostou $5.500, para $17.500. Antonius deu call para ver o {A-Hearts} no turn, quando Negreanu deu check/call na aposta de $27.000 de Antonius. O river trouxe a terceira carta de copas, o nove, e os dois deram check, permitindo que Negreanu puxasse os $98.000 do pote.

Depois de mais duas mãos desinteressantes, Esfandiari aumentou para $2.300 com par de noves. Antonius deu call com {A-Diamonds}-{8-Diamonds} e Hachem aumentou para $10.500 com A-8 offsuit. Cassavete TAMBÉM tinha A-8 e deu fold. Esfandiari e Antonius deram call. O flop com 7-J-5 não ajudou ninguém, e Esfandiari apostou $25.000 no pote que já tinha $34.300. Depois que os dois adversários deram fold, Kaplan comentou que embora os jogadores não estejam se arriscando muito, eles estão com uma leitura perfeita das mãos de seus oponentes.

Na mão seguinte, Lederer decidiu fazer slowplay com par de Ases e deu apenas call. Depois que Simon deu call com 5-4 e Negreanu seguiu com {K-Spades}-{Q-Spades}, Esfandiari aumentou para $7.300 com 10-2 offsuit! Lederer então mostrou a real força da sua mão e anunciou re-raise para $28.000, provocando o fold de todos, com Negreanu fazendo um pequeno show ao expor suas cartas “sem querer”.

Na mão que melhor representou o quão cautelosos estão estes jogadores comparados ao outro grupo, Antonius aumentou para $3.500 com 7-5 e Laak deu call com A-K. O flop deu um par a cada um deles com K-J-7 e duas cartas de ouros. Eles deram check e o turn foi um {4-Diamonds}. Laak deu check e Antonius apostou $5.000 no pote com $9.400. Laak pagou e o river foi o {A-Clubs}. Os dois deram check novamente e Laak ganhou o pequeno pote.

A mão final da noite foi a mais interessante. Laak aumentou para $3.600 com {10-Spades}-{7-Spades} e Hachem deu call com {K-Hearts}-{3-Hearts}, O flop foi 2-6-5 com uma de copas e sem espadas. Os dois deram check e o turn foi um {3-Spades}, dando um par a Hachem. Ele apostou $3.000 e Laak aumentou para $13.200, sentindo que Hachem não tinha o quatro, e representando um par maior. Hachem , por sua vez, leu igualmente bem e deu o call, criando um pote de $35.600. O river foi o {A-Diamonds} e Hachem apostou novamente, desta vez $20.500! Laak anunciou à mesa que sabia que deveria aumentar para $63.000, mas ao invés disso deu fold. Esfandiari então disse que tinha certeza que Hachem tinha um 4, e pagou $500 para que Hachem mostrasse sua mão, o que só aumentou a frustração de Laak, que sabia que poderia ter levado o pote com um raise no river.

Novamente, fora as boas jogadas e a leitura apurada de Hachem, o jogo nesta semana não foi brilhante. No entanto, a próxima semana deve sacudir um pouco as coisas, já que a chamada do episódio seguinte revelou que Sam Simon deixará o jogo e será substituído por ninguém mais ninguém menos que Tom “durrrr” Dwan! Te vejo lá!