Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Pessoas no Poker

Mesa Redonda – JC Alvarado No SCOOP

Compartilhe

Após assinar com o PokerStars há alguns meses como o mais novo membro do Time de Profissionais, JC Alvarado já conseguiu o título de um grande torneio online em seu currículo. No dia 13 de Abril JC ganhou o Main Event Midle Stakes do SCOOP  ($1.050 de buy-in), superando um field de 3198 jogadores e recebendo $502.086.

KL: Quantos eventos do SCOOP você jogou?
JC:
Eu joguei oito.

KL: Alguns resultados?
JC:
Eu cheguei ITM em cinco, mas foram sempre o mínimo ou algo assim, até aquela pequena vitória no final. :)

KL: Onde você estava quando jogou o SCOOP?
JC:
Bem, para o Main Event eu tinha acabado de chegar de férias, as 3 da manhã na noite anterior e fiquei na casa de uma tia minha. Tudo que fiz foi me trancar no quarto com o meu laptop.

KL: Quantos torneios você jogou no Domingo, dia que começou o Main Event?
JC:
Não tenho certeza, mas joguei 4 SCOOPs e alguns outros torneios.

KL: Fale-me do evento de 1K desde o início. Foi difícil ou bem tranqüilo?
JC:
Foi tranqüilo desde o início, o que aconteceu é que eu nunca saí com tantas cartas assim na minha vida.

KL: No primeiro dia, qual foi a mão decisiva para o seu torneio?
JC:
Eu tinha 9-9 no big blind e o small blind completou, eu aumentei e ele moveu all-in. Eu ficaria com um stack bem pequeno se perdesse e ele abriu {A-Diamonds}-{K-Diamonds}. Ele acertou um flush draw no flop e por milagre minha mão segurou.

KL: Você gostou do formato com dois dias de disputa?
JC:
Sim, achei demais.

KL: O que você fez depois que terminou o primeiro dia?
JC:
Bem, eu estava bem chateado porque tinha uma sessão de fotos de manhã. Manhã eu digo umas 11:00, mas com o transito do México eu tinha que acordar as 9:00, já que não tinha como desmarcar. Eu tentei ir dormir assim que pude, pois já era 4 da manhã aqui, mas depois de 14 horas de jogo online é difícil deitar e dormir. Eu consegui dormir umas 5:00 e acordei as 9:30.

KL: Como você se sentiu chegando à mesa final?
JC:
Quando começou o segundo dia eu estava muito nervoso, com medo de terminar na bolha ou algo assim. Depois dois jogadores muito bons foram eliminados e eu dobrei. Quando a mesa final começou, eu estava em uma boa posição e estava muito confiante que iria ganhar.

KL: Qual foi o seu oponente mais difícil durante o torneio?
JC:
É difícil ter um oponente difícil quando você recebe A-A e K-K toda mão, mas tinha um jogador chamado TCblade, se não me engano, e ele foi o único jogador que eu achei que era realmente bom e poderia me dar trabalho.

KL: Fale sobre alguma mão crucial na mesa final – uma mão que você acha que aumentou suas chances de ganhar.
JC:
Eu tinha J-J no small blind e aumentei. O big blind – que estava jogando muito mal – deu call no meu raise. O flop foi 9-8-3 todas de copas e eu não tinha nenhuma. Eu apostei e ele praticamente me colocou em all-in. Eu não poderia dar fold e ele mostrou {K-Hearts}-6x e de alguma maneira eu consegui mais uma vez ganhar o pote contra um grande draw e puxei o maior pote do torneio até ali.

KL: O que você fez após sua vitória?
JC:
Eu fiquei parado, em choque, enquanto atualizava o cashier seguidas vezes. Depois um amigo meu passou aqui e nós fomos jantar. No dia seguinte eu peguei um avião para a Argentina e foi isso.

KL: E como você vai celebrar?
JC:
Ainda não sei, eu queria dar uma grande festa, mas quanto mais eu penso, menos quero fazer.

KL: Por que você foi para a Argentina?
JC:
Vou jogar o Main Event do LAPT Mar Del Plata. É uma bela cidade e as pessoas são muito legais.

KL: O que você vai fazer com o dinheiro que ganhou?
JC:
Provavelmente investir e comprar um apartamento no México.

KL: Quais são seus planos para os próximos meses?
JC:
Nada de mais, eu acho que não vou a Monte Carlo e tentarei pegar leve até a World Series. Vou tentar desfrutar o processo de encontrar um apartamento, melhorar minha forma física e melhorar no poker jogando muito no PokerStars.