Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | BLOG

Bom De Poker - Jeremy “Chipsteela” Menard - Um Novo Laptop E Finalmente Uma Vitória!

Compartilhe
O mês de Fevereiro não foi muito bom comigo, isso até o finalzinho do mês. Comecei com diversas aparições em mesas finais, mas infelizmente nenhum lucro que valha a pena mencionar. É engraçado como as pessoas fora do poker sempre perguntam coisas como por que eu to reclamando tanto quando estou ganhando tanto dinheiro, mas o que elas não sabem é que com tantos buy-ins, estes pequenos lucros não pagam as contas. Eu preciso de uma vitória decente para me manter bem no final do mês, e ela finalmente apareceu.

Antes de isso acontecer, eu disse adeus a um grande amigo, meu Sony Vaio que foi meu primeiro laptop oficial para o poker. Ele finalmente decidiu morrer convenientemente depois de eu tomar uma bad beat ridícula em uma mesa final na qual eu caí na nona colocação. Foi provavelmente uma decisão sábia de se fingir de morto, pois se não fosse isso ele acabaria esmagado depois de tudo que passei naquele dia.

Por alguma razão eu decidi comprar um novo laptop Gateway Gaming. Eu já havia lido muitas coisas boas sobre esta máquina e me pareceu um grande negócio pelo preço que eu encontrei. Eu também procurava um computador com a maior resolução possível para jogar várias mesas, e o vendedor me garantiu este computador tinha a resolução de 1900:1200, que era a que eu procurava. Eu cheguei a conferir se era mesmo no modelo em exposição na loja.

Eu comprei, mas quando cheguei em casa descobri que a resolução máxima era de 1440:900, o que não é nem perto do que eu procurava. Que me$%¨ é essa? Propaganda enganosa? Eu decidi que ainda assim daria a ele uma chance, mas algo no computador estava me irritando. Talvez fosse o barulhinho do cooler ligando a cada cinco minutos, ou as luzes que me encaravam a cada vez que olhava para o teclado, e uma semana depois eu resolvi devolver o computador.

Eu encontrei um belo Laptop HP na internet, que tinha uma tela de 18.4’’ com a maior resolução possível e um blueray player como bônus. Como o FTOPS estava em andamento, eu decidi manter o Gateway para jogar até que o novo computador chegasse, e quando ele chegou fui devolver o meu computador e consegui reembolso total devido à “propaganda enganosa”. Basicamente, eu aluguei um computador por um mês sem pagar nada, um bom negócio.

Assim que preparei o meu novo computador, meu mês começou a melhorar. Eu consegui chegar em dois Heads-Ups em dois torneios no Full Tilt Poker em dois dias, perdendo infelizmente dois coin flips nos dois torneios para ficar com a segunda colocação. Estas duas derrotas me desanimaram, pois como diz Ricky Bobby: “Se você não é o primeiro, você é o último” e eu definitivamente estava me sentido assim após estes dois resultados. Então decidi que na próxima vez que chegasse a um heads-up eu não iria perder. E na quarta-feira daquela semana eu consegui chegar na reta final de um torneio no Full Tilt, desta vez o 65K com um prêmio de $27K para o primeiro colocado. Eu estava na média de fichas quando restavam 27 jogadores, e aí peguei uma sequência positiva de cartas que me levou à mesa final como o líder em fichas. Não importa o que os outros digam, para ganhar um torneio você precisa ganhar os coin flips e eu ganhei a minha cota deles na reta final do torneio.

Quando percebi estávamos na bolha da mesa final e eu tinha uma liderança considerável. Em cinco jogadores, eu estava aumentando quase todas as mãos. O único jogador na mesa que estava próximo em fichas abriu o pote em posição média, e eu tinha A-K. Eu dei um grande re-raise com o plano de não dar fold naquela mão, pois estávamos jogando shorthanded. Todos deram fold e ele gastou algum tempo antes de dar mais um raise.

Eu já havia decidido que não ia dar fold, pois estava jogando de maneira agressiva e este jogador poderia estar pensando que eu só queria tirar vantagem do tamanho do meu stack e do fato de estarmos na bolha da mesa final. Eu o coloquei em teste e movi all-in e ele pagou rapidamente com K-K. Neste momento eu comecei a pensar que devo ter sido amaldiçoado quando nasci, pois como poderia ser tão azarado. Esse pensamento mudou quando eu vi aquele belo Ás que já apareceu tantas vezes contra mim em situações similares aparecer no flop. Finalmente os deuses do poker olharam por mim.

Este pote me deu uma liderança massiva na mesa final. Eu me sentia bem por estar “de bem com a vida” naquele momento, mas tudo começou a mudar quando entramos na mesa final. Eu dobrei um bom jogador que estava short stack imediatamente com A-K quando ele deu all-in com A-3 e acertou um três no flop.

Poucas mãos depois eu perdi uma corrida contra outro bom jogador, USCPhildo, quando eu abri o pote com Q-J suited e ele moveu all-in com par de Dez. Eu estava comprometido e precisei dar o call. Consegui ainda um flush draw no flop, mas mesmo com duas cartas acima e o draw eu não consegui eliminá-lo. A situação já estava ficando feia, já que os dois jogadores mais perigosos da mesa conseguiram algumas fichas para jogar.

Eu tentei não deixar que isso me abalasse, e continuei a disputar os potes contra os jogadores mais fracos da mesa para reconstruir meu stack. Quando estávamos em seis jogadores, eu aumentei do UTG com A-Qo e um jogador que estava me voltando frequentemente moveu all-in mais uma vez, e por cima dele aquele bom jogador que havia dobrado suas fichas moveu all-in por cima.

Neste ponto eu estava recebendo odds de 2,5:1 para o call, e embora não estivesse preocupado com o primeiro all-in, o outro jogador poderia facilmente estar me dominando. Eu decidi dar o call de qualquer maneira com odds tão atraentes, e dei risada do 2-4 off que o primeiro jogador mostrou, e não estava surpreso de ver o outro jogador abrir um A-K off. Eu consegui acertar uma Q no turn, e é isso que chamo de justiça!

Isso me deu um stack confortável em quatro jogadores, e estava feliz de estar jogando contra jogadores fracos. Eu recebi mais um A-K em uma situação de blinds x blind e coloquei todas as minhas fichas em jogo contra o A-J do meu oponente. Ele flopou nuts. Não importa, pois continuei lutando e consegui chegar ao heads-up quase empatado em fichas. Ele era um jogador fraco de heads-up, e eu ganhei uns 25 dos primeiros 30 potes. Mas assim que ele ficou short-stack, fomos all-in pré-flop e ele ganhou o coin flip para dobrar suas fichas.

Por que eles tornariam essa tarefa em um atarefa fácil para mim?

Então eu voltei a aumentar quase todas as mãos e ganhar quase todos os potes que chegavam ao flop. Ele estava short-stack novamente e eu recebo A-10 suited e paguei o seu all-in com par de Oitos. Você acha que eu ganhei aqui? Claro que não!

Novamente ganhei diversos potes e realmente não parecia que ele estava lutando contra isso. Finalmente fomos all-in e meu par de Setes segurou contra o seu A-5 off. Game Over.

Um sentimento de dever cumprido tomou conta de mim, quando lembrei que ainda estava no $300 250K Garantidos do PokerStars. Eu tinha a oportunidade de fazer minha noite se tornar ainda mais especial com os $52K de prêmio para o primeiro colocado.

Com 15 jogadores no torneio, eu recebo K-K e senti que alguém me aplicaria o re-raise quando eu aumentasse, e como previ o jogador USCPhildo deu o re-raise. Eu ativei o time bank para dar a impressão de uma mão mais fraca e que estava me cansando de tomar tanta volta. Aí movi all-in e ele pagou com 10-10. Era a oportunidade que eu precisava para dobrar e me tornar uma força neste torneio, mas o Stars é um site de poker $%¨&*( e abre o flop com 7-8-9. Eu não conseguia olhar pra tela, mas sabia que um 6 estava vindo, e sem surpresa... GG!

Este foi o final da minha doce amarga noite, que me deixou questionando porque eu ainda jogo no PokerStars. No entanto eu consegui minha vitória. Agora é hora de fatiar o meu bankroll, já que o PokerStars lançou a série de primavera, espertamente chamada de SCOOP . Eles provavelmente deram este nome porque o objetivo da série e dar um “scoop” nos bankrolls dos jogadores high stakes regulares do site, pois com torneios de $3K com rebuy e add-on e o Main Event de $10K, a série pode acabar custando cerca de $95K se for jogar todos os eventos high stakes. A boa notícia é que eles oferecem os low e middle stakes também. Talvez seja finalmente a minha vez de ganhar.

A série acontece de 2 a 12 de Abril, e os manterei informados. Desejem-me sorte!