Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Pessoas no Poker

Mesa Redonda - Phil Galfond Encabeça o Debate Pro On-line VS Pro Live

Compartilhe
Muito das polemicas no mundo do poker vem do debate de quem são os melhores jogadores, se os profissionais on-line ou os profissionais que jogam ao vivo. Phil Galfond, conhecido on-line como OMGClayAiken da sua opinião sobre o assunto.

KL: Você escreveu em um blog, cerca de um ano atrás, sobre a realização de um programa sobre jogadores on-line contra os jogadores do live competindo em heads-up.

Phil:
Sim, eu acho que seria muito legal realizar um programa de poker na TV com um desafio entre profissionais do on-line contra os profissionais do live. Eu não acho que isso acontecerá, e não acho que será bom para os jogadores que jogam ao vivo. Eu acho que seria bom para os jogadores on-line provarem ao público em geral que nós podemos jogar contra os jogadores que eles pensam serem os melhores do mundo. Os profissionais do live não têm nada a ganhar; o público em geral pensa, é claro, que eles irão vencer; se eles perderem não será nada bom para eles.

Se eu fosse um profissional do live eu não teria interesse nenhum em participar de um programa como esse. Eu acho mais e mais que eu parei de querer tanto ser conhecido pelo público. Não há realmente nenhuma razão para isso e é só uma coisa relacionada ao ego mesmo. Eu tentarei me concentrar mais em ser um melhor jogador e ganhar tanto dinheiro quanto eu puder, pois é isso que acho que devo fazer como um profissional do poker.

As coisas também mudaram com a legislação. É difícil para as pessoas fazerem muito dinheiro sem grandes patrocínios, e esse é um benefício de ser um dos grandes nomes do poker mundial – os contratos de patrocínio. Pelo que eu sei eles não são mais o que costumavam ser. Portanto, se alguém colocasse os profissionais do live contra os profissionais do on-line em um programa de TV com high stake jogando No Limit ou PLO eu jogaria com prazer, mas não é algo que eu pense muito sobre.

KL: Quem você acha que ganharia, e como superar a variância?

Phil:
Sobre a variância, não há como. Se você pegar 5 profissionais on-line e 5 do live e cada um deles jogar uma melhor de 5 com 100 big blinds, qualquer um que receber boas cartas irá ganhar. Não há nada que possamos fazer – o longo prazo demora demais. Não há nenhuma maneira de provar quem é o melhor jogador.

KL: E precisamos saber?

Phil:
As pessoas que se acham os melhores jogadores gostariam de saber, mas não precisamos.

KL: De onde você acha que vem essa rivalidade?

Phil:
Eu acho que agora está melhorando, os profissionais do live respeitam muito mais os jogadores on-line, e os profissionais do on-line respeitam os jogadores do live. Eu acho que começou... o poker é um jogo que envolve muito o ego. Se não fosse o ego no poker muitos jogos não iriam nem acontecer porque as pessoas não jogariam outros bons jogos. Todos acham que são melhores do que realmente são. Especialmente quando você tem dois grupos de jogadores que acham estar jogando da maneira correta e jogos diferentes, embora eles tenham somente diferentes estilos.

Nós jogamos jogos diferentes, jogamos contra diferentes tipos de jogadores, as estruturas são diferentes e ditam um estilo diferente de jogo. Eu acho que os grandes jogadores de qualquer site se ajustam a qualquer estrutura, portanto eles terão sucesso live ou on-line.

KL: Isso começou porque os jogadores on-line jogavam diferentes jogos e descobriram uma maneira diferente de vencer?

Phil:
Sim, jogadores live jogam muito menos Heads-up e jogos shorthanded, eles jogam mesas cheias a maior parte do tempo, e jogam na maioria das vezes torneios. Eles não estão acostumados com o jogo com menos pessoas, nem com cash games, na maioria das vezes.

E outra coisa, no geral, os jogos live são bem mais fáceis que os jogos on-line. Para ser um profissional muito bom do live você deve ser muito bom em tirar dinheiro dos jogadores fracos. Em um jogo on-line, digamos $100-$200 No Limit, a maioria dos jogadores são excelentes e para sobreviver você tem que saber como ganhar de um excelente jogador. É um conjunto de habilidades totalmente diferente.

Eu acho que muitas pessoas, como alguns dos maiores jogadores de torneios do mundo, que não jogam nem perto do que eu jogo contra um jogador difícil, e eu não conseguiria jogar como eles contra um jogador fraco. É algo que você precisa praticar.

Há também a idéia das estatísticas. Os jogadores on-line têm dados e gráficos de heads-up. Em muitos jogos você sabe exatamente quantas mãos determinado oponente aumentou preflop, você sabe com que freqüência ele aposta, coisas como estas que os jogadores live nunca tiveram. Eles nunca tiveram a chance de pensar nisso como parte do jogo. Eles obviamente pensam e sabem como seus oponentes jogam, mas não ao ponto que chegam os jogadores on-line, com tanta precisão.

É um jogo diferente, e como eu disse, os melhores jogadores live podem entrar on-line e eu acho que bastará apenas alguns ajustes, para que eles ganhem dinheiro. Os melhores jogadores on-line podem ir jogar live e podem ter sucesso lá também. É realmente um jogo diferente.