Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Mundo do Poker

Estudos Recomendam a Legalização e Regulamentação do Jogo Online

Compartilhe
O estudo mais recente sobre o jogo on-line e seus consumidores vem da Universidade de Western Ontário, onde a Professora June Cotte, J.S., trouxe em sua conclusão que o jogo online não somente deve ser legalizado nos Estados Unidos, mas também regulamentado. Este estudo é único, já que Cotte entrevistou 30 jogadores do live e do on-line para seu estudo baseado em imagens.

Cotte trabalhou em conjunto com a Professora Kathryn Latour da Universidade de Nevada para analisar o que acontece quando o jogo muda de um espaço físico regulamentado (cassinos) para o mundo on-line. O Estudo “Blackjack na cozinha: Entendendo o jogo On-line x O Jogo nos Cassinos” será publicado em um Jornal de Pesquisas para Consumidores.

As entrevistas foram conduzidas com 20 jogadores de cassino e 10 jogadores on-line com foco específico no poker e na indústria do poker on-line. Como cerca de $10 bilhões são gastos pelos consumidores no jogo on-line todos os anos, as conclusões de Cotte resultam na recomendação de legalização e regulamentação do jogo on-line.

Embora os detalhes do estudo ainda sejam esperados, algumas das partes mais importantes dizem que os jogadores on-line jogavam com mais freqüência e mais agressivamente e estavam propensos a perder mais dinheiro do que os jogadores em cassinos. No entanto, os que jogavam poker e outros jogos de cassinos on-line já estão fazendo isso, apesar dos esforços do governo Americano para evitar isso. Suas conclusões dizem que um mercado regulamentado resolveria muitos destes problemas.

Cotte também notou que com as empresas de jogos on-line localizadas em outros países e sem regulamentação apropriada, a segurança e responsabilidade não são monitoradas, enquanto se localizadas nos EUA a regulamentação e fiscalização seriam indispensáveis. Algumas de suas recomendações incluem atendimento on-line para jogadores com problemas e avisos que apareceriam no computador dos jogadores lembrando sobre o tempo e o dinheiro gastos até o momento.

As conclusões detalhadas apresentarão uma visão global sobre o estudo de Cotte e suas sugestões para a crescente indústria de jogo on-line. O site da Universidade de Western Ontário comentou no resumo sobre o estudo: “Ao examinar o jogo on-line como um produto de consumo, examinamos o que acontece com os consumidores que mudam dos espaços físicos regulamentados para um espaço on-line não regulamentado, acessando de casa. Exploramos o jogo como produto de consumo para os consumidores, e ilustramos as implicações do bem-estar social em nossas conclusões.”