Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Pessoas no Poker

Mesa Redonda – Jogadores do Futuro - Dan ‘Wretchy’ Martin

Compartilhe

Este jogador de 21 anos de idade é definitivamente um para ficarmos de olho. Ele está rankeado no Pocketfives e recentemente ganhou o Sunday Brawl do Full Tilt Poker, para um prêmio de quase $70.0000.

KL: Há quanto tempo você joga poker?

Dan:
Eu jogo poker on-line desde o colegial, mas jogo cartas desde muito antes, com meus familiares e amigos.

KL: Como você começou?

Dan:
Eu comecei quando um amigo me apresentou ao Paradise Poker, que agora não aceita mais jogadores Americanos. Costumávamos jogar na mesma mesa de Fixed Limit Hold’em $0,50-$1 e tentávamos tirar o dinheiro um do outro, era bem legal. Ficávamos ao telefone ou nos falávamos pelo computador, só para atormentar um ao outro. No final nós dois perdemos a maioria do dinheiro que tínhamos depositado. Eu continuei e tentei alcançar um novo nível desde então, enquanto ele está voltando agora para o poker on-line.

KL: Você acha importante fazer parte da comunidade do poker (entenda-se pocket fives, participar em fóruns, etc.)?

Dan:
Eu acho que é muito importante, especialmente para jogadores que estão buscando seu espaço e procuram por ajuda. A parte mais importante do poker é a reputação. Se a reputação fica manchada, o jogador não será mais bem-vindo ao jogo. Eu acho extremamente importante ter uma boa imagem na comunidade e tentar ser o mais querido possível.

KL: Quanto os rankings são importantes para você?

Dan:
Eu gastei um ano inteiro tentando entrar no ranking, e agora que finalmente consegui é muito importante continuar subindo. Conversei com outras pessoas que não se importam se estão lá ou não, mas para mim é um bom sistema de medida para comparar com os outros jogadores do seu nível. Eu sou competitivo por natureza, então essa é apenas uma nova maneira de competir pelo melhor, e de tentar ser o melhor.

KL: Onde você joga?

Dan:
Eu jogo no PokerStars, Full Tilt Poker, Absolute Poker e Ultimate Bet. Eu jogo torneios, de 100 dólares ou mais, sem rebuy. Com rebuy, acima de 30 dólares.

KL: Com que freqüência você joga?

Dan:
Eu tenho uma rotina. Eu acordo as 9:45 nos Domingos para começar com o Warm-Up do PokerStars, e jogo o dia inteiro até o $200 com rebuys. De Segunda a Quarta eu tento jogar alguns torneios já escolhidos, começando com o $100+R e o 65K e termino com o Nightly 100K e o $30+R no FTP. Eu tento cumprir horários para tratar mesmo o poker como um trabalho, e para tentar ganhar o máximo de dinheiro que eu conseguir.

KL: Quais são suas forças e suas fraquezas nas mesas de poker?

Dan:
Minha força é ser um cara jovem que conversa com todos na mesa. Eu consigo fazer as pessoas pegarem mais leve comigo nas mesas por causa desta minha natureza. Eles acham que é melhor um cara legal ganhar o pote, mas as vezes eu posso ser muito chato mesmo e até atingir algumas pessoas. Eu acho que tenho uma leitura muito boa da maioria das pessoas.

Acho que minha maior fraqueza é a parte matemática. Eu sei quando é correto pagar um all-in baseado em pot odds, mas acho que se eu dominasse isso perfeitamente, eu seria um jogador muito melhor. Mas neste mesmo caminho, há jogadores que conhecem absolutamente tudo, cada porcentagem, e essas pessoas que explicam para todo mundo quais eram as chances deles ganharem a mão, são geralmente os que perderam.

KL: O que você faz para se divertir quando não está jogando poker?

Dan:
Eu sou completamente louco por esportes. Eu adoro assistir e acompanhar todos eles, especialmente futebol americano e basquete. Estou no meu último ano de faculdade, então também saio com meus amigos para umas cervejas, e gosto de passar o tempo com minha namorada. Nem sempre é fácil balancear uma vida social com a vida de jogador, e é por isso que gosto de tirar alguns dias de folga toda semana, para ter certeza de não perder esse meu lado social. Eu não passaria meus dias de folga sentado a frente de um computador.

KL: Quantos eventos ao vivo você já jogou?

Dan:
Eu acabei de fazer 21 anos então joguei a WSOP e fui bem por ser minha primeira vez jogando ao vivo. Eu também experimentei alguns torneios no Bellagio e Venetian, e eu voltarei para jogar nestes dois cassinos todos os anos junto com a WSOP. Espero conseguir um bom resultado na turnê do WPT e talvez jogar algum evento do EPT, se eu decidir viajar para a Europa este ano.

KL: E qual você prefere, live ou on-line?

Dan:
Cada tipo de poker é diferente e eu prefiro um ou outro dependendo de como estou me sentindo. Há dias que eu só quero relaxar e jogar alguns torneios, outros que quero jogar cash games nos cassinos. Enquanto o poker on-line tem sido extremamente lucrativo para mim, é sempre bom viajar e entrar no circuito ao vivo de vez em quando.

KL: Qual sua maior realização no Poker?

Dan:
Minha maior até agora foi ganhar o Sunday Brawl do Full Tilt Poker por quase $70.000 alguns meses atrás. Eu prefiro me orgulhar de ser um vencedor constante do que falar sobre meus maiores prêmios.

KL: Quais são seus futuros objetivos no poker?

Dan:
Eu estou me formando na universidade, mas vou deixar meu diploma de lado e tentar o poker como um trabalho em tempo integral. Eu gostaria de ganhar o suficiente para manter o padrão de vida que estou acostumado. Meu objetivo é vencer um bracelete no WSOP, WPT e EPT e ficar entre os 10 melhores jogadores on-line.

KL: Você conversa sobre poker com outros jogadores de sucesso? Quais?

Dan:
A melhor maneira de se tornar um jogador melhor é conversar com as pessoas melhores que você. Esta regra não se aplica somente ao poker. Eu tento conversar com tantos jogadores quantos forem possíveis. Eu comecei falando com TheWacoKidd (Jared Hamby) e desde lá, BeL0wAb0vE (Kevin Saul), junto com AJKHoosier , me ajudaram muito a melhorar meu jogo. Eu poderia citar todos que me ajudaram de alguma forma, mas ficaria aqui para sempre. Este é um conselho que dou para quem busca melhorar: fale com todos que você puder, reveja histórico de mãos, e peça aos jogadores que você julga os melhores para eles te ajudarem a entender o jogo melhor.

KL: Você respeita o jogo de quem?

Dan:
De muitas pessoas, incluindo TheWacoKidd, BeL0wAb0vE, JohnnyBelow, AJKHoosier, Gboro, GB2005, Pokerjamers, CrzySavage e Agriffrod.