Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Pessoas no Poker

Mesa Redonda – Peter Neff – Jogador Número 1

Compartilhe
Peter Neff vem jogando poker em tempo integral há apenas alguns anos e já fez mais que um nome no mundo do poker. Ele já ganhou quase $1.5 milhões de dólares jogando on-line, e chegou recentemente na 36ª colocação do Main Event na WSOP 2008. Você pode achá-lo jogando on-line nos maiores torneios de poker com o nome number1pen.

KL: Como você se envolveu com o poker?

Peter:
Eu comecei jogando na escola com meus amigos, jogando jogos caseiros e coisas desse tipo. Daí eu coloquei algum dinheiro on-line e comecei a jogar. Eu estou jogando há cinco anos agora.

KL: Onde você joga?

Peter:
Eu jogo em muitos sites diferentes. Jogo no PokerStars, Full Tilt Poker, Absolute Poker e Ultimate Bet. Eu antes jogava em todos os outros sites, como Party Poker e Paradise Poker. Eu tinha meu dinheiro espalhado por todos os sites.

KL: O que você joga geralmente?

Peter:
90% são torneios. Eu costumava jogar sit & go’s e cash games, mas acho que estou em uma fase de jogar torneios. Eu venho jogando torneios regularmente a cerca de dois anos e meio.

KL: Existem muitas pessoas lutando para obter sucesso no mundo do poker on-line, e você obviamente já encontrou a fórmula para o sucesso. Qual combinação de coisas que te permitiram esse sucesso?

Peter:
Eu sempre fui muito bom em matemática; essa era minha matéria mais forte na escola. Eu sempre gostei e fui muito bem. Eu também acho que paciência é muito importante. Eu digo a meus amigos que eles também poderiam fazer o que eu faço, mas eles dizem que não tem paciência para isso. Para mim é fácil levar o poker a sério e tentar fazer disso meu meio de vida.

KL: Você lê livros e estuda o jogo?

Peter:
Eu nunca li um livro ou assisti um vídeo sobre poker. A única coisa que eu fiz que pode ser considerado um estudo foi assistir muitos jogos de cash games high stakes on-line e assistir jogadores que eu julgava como os melhores jogando torneios. Eu assistia e aprendia. Nos vídeos de poker você pode ver as cartas fechadas dos jogadores, então assistindo na internet você meio que tem que adivinhar o que os jogadores têm, e quando você consegue vê-las, você aprende algo, sempre. Eu acho que eu tive que fazer da maneira mais difícil.

KL: Quando você começou a jogar o circuito live?

Peter:
Logo que fiz 21 anos. Eu joguei em Bahamas com 19 e 20 anos. Logo após meu aniversário de 21 anos eu joguei o torneio de Borgata, e fiz isso até um ano e meio depois, jogando tantos torneios com 10K de buy-in quanto fossem possíveis.

KL: O Main Event é um dos seus torneios favoritos?

Peter:
Sim, é uma estrutura excelente. Os níveis de 2 horas são difíceis de encontrar em qualquer outro torneio. Eles acrescentaram muitos níveis de blind e diferentes níveis para tornar o torneio um evento mais lento. É também o maior prêmio, pois muitas pessoas jogam o torneio. A combinação de tudo isso o faz meu torneio favorito, sem dúvidas.

KL: Você foi muito bem no Main Event deste ano. Como foi desde o início?

Peter:
O primeiro dia eu estava em uma mesa muito difícil. Eu estava com David Benyamine, Roland de Wolfe e tsoprano, todos em minha mesa, e eu pensava “só pode ser brincadeira”.

O primeiro dia foi muito difícil e fui me mantendo até que me mudaram de mesa. Eu tinha cerca de 29.000 fichas, pois saí de par de Ases contra par de Damas de Roland de Wolfe, e tinha certeza que ele não largaria essa mão. Assim que mudei de mesa pude jogar muito mais, e melhor, encontrando os spots para levar as mãos.

Lembro de uma mão que cinco jogadores entraram de limp e eu flopei dois pares de baixo. O flop foi algo como A-5-3 e eu consegui ir all-in com ele, pois sabia que ele tinha só o Ás. Ele tinha A-J, e eu sabia que ele não conseguiria sair dessa mão. Eu tinha 5-3 e há sempre muitas mãos como essa, onde os jogadores dão limp e deixam você ver um flop com uma mão assim. Você acaba tirando todas as fichas dele quando você acerta um flop. Eu fechei o primeiro dia com 55.000 em fichas.

KL: Você diria que teve um oponente contra o qual você travou uma batalha?

Peter:
Sim, essa é fácil. Foi o sloppyklod (Chris Klodnicki). Ele estava na minha mesa no dia dois, e depois nos encontramos novamente no dia 5 por cerca de 4 ou 5 horas na mesma mesa, e depois todo o dia 6. Ele estava a minha esquerda em todas as vezes. Nós estávamos nos enfrentando e não podíamos evitar. Eram muitos raises e re-raises, um contra o outro. Eu diria honestamente que ele levou a melhor, mas eu acho que as cartas o ajudaram também. Ele foi sem dúvidas o jogador mais duro de enfrentar durante todo o Main Event. Jogamos na mesma mesa por horas e horas.

KL: O Main Event durou mais de uma semana. Como é jogar por tanto tempo e cair tão perto?

Peter:
Eu não me senti desapontado como achei que ficaria. Eu fiquei frustrado, pois durante o torneio inteiro joguei potes pequenos, sem grandes value bets, somente para controlar o tamanho do pote. Eu tentei ao máximo evitar os all-ins. Eu só estive all-in uma vez antes de ser eliminado. Eu ganhei um coin flip com 8-8 contra A-K. Essa foi a única vez que estive all-in, e isso só aconteceu no dia 5. Por jogar assim eu sabia que não seria uma mão que iria me deixar desapontado, e acabei perdendo de A-Q para K-10, mas eu sabia que precisaria de sorte para vencer o torneio.

Todos precisam de sorte para vencer um torneio. Eu tive sorte por cinco dias e depois minha sorte se foi. Eu estava acertando todos os flops e recebi Ases e Reis mais do que qualquer pessoa no torneio. Eu acho que tive sorte de chegar até ali. Seria maravilhoso se eu ganhasse, mas eu sei que isso faz parte do poker. Eu ganhei $193.000 e essa foi minha maior premiação até hoje, e estava muito feliz por isso. Não há o que lamentar. Eu tenho consciência que você precisa de sorte para vencer.

KL: E quais são os seus planos agora?

Peter:
Acho que vou voltar pro jogo on-line por um tempo. O próximo grande torneio de poker ao vivo é o Legends of Poker, e antes dele vou jogar o máximo que eu puder na internet. Tenho jogado ao vivo desde abril, desde o WPT Championship, jogando direto. No mês que vem vou tirar um tempinho de folga e jogar o Legends of Poker no final de Agosto.