Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Notícias | Mundo do Poker

Kahnawake Gaming Commission Libera Primeira Declaração Sobre o UltimateBet

Compartilhe
O UltimateBet parecia achar que a maioria de suas preocupações no que diz respeito ao escândalo envolvendo super-usuários tinham terminado quando publicou as conclusões de sua investigação no final de Maio, mas com as recentes alegações de envolvimento do ex dono do UB e campeão da WSOP 1994 Russ Hamilton, a empresa teve muito trabalho nas últimas semanas. Finalmente, a Kahnawake Gaming Commission entrou em cena com uma declaração.

A Kahnawake Gaming Commission é o órgão regulamentador no território de Kahnawake, localizado no Canadá, e sustenta e mantém as licenças de inúmeros sites de jogos on-line, dois dos quais o Absolute e UltimateBet Poker. Embora a KGC tenha sido a porta-voz durante a maior parte do caso Absolute Poker, investigação concluída em Janeiro de 2008, ela se manteve em silêncio durante o escândalo do UltimateBet até agora. Enquanto sua participação nas investigações não tenha sido solicitada, ela escolheu o atual momento de turbulência para fazer um pronunciamento.

Na essência, a KGC reconhece a importância dos jogadores de poker que chamaram a atenção sobre os dois escândalos para a KGC e para os donos do UltimateBet e do Absolute Poker. Também notou que os jogadores que foram prejudicados pelas alegadas trapaças foram contatados e ressarcidos em suas perdas no poker. Além disso, o software e a segurança foram melhorados nos dois sites para prevenir nos dois sites a obtenção de contas de super-usuários no futuro.

No final, a KGC reportou que irá liberar suas conclusões sobre a investigação no UltimateBet nos próximos dias.

A declaração feita em 23 de Julho segue abaixo, na íntegra:

Kahnawake Gaming Commission (KGC) vem regulamentando o jogo on-line por mais de 9 anos – por toda a maioria, se não todas as jurisdições. Durante este período, a KGC provou ser a líder mundial em regulamentações e metodologias que estabelecem o quadro legislativo para que os jogos on-line possam ser conduzidos honesta e seguramente. O sucesso da KGC como regulamentador é evidente pelo fato que uma significante porcentagem da indústria de jogos on-line escolheu se localizar e operar pela Kahnawake. Devido ao tempo em que regulamenta esta indústria e o número significativo de licenças sob o seu controle, os números da KGC são exemplares.

Como os comentaristas notaram corretamente, nem mesmo a indústria mais bem regulamentada está imune à abusos. Exemplos podem ser encontrados bancos, e na indústria de jogos off-line. O fato de que indústria on-line é nova e dirigida tecnologicamente cria desafios adicionais para regulamentação. Ao longo destes anos, a KGC enfrentou estes desafios e suas regulamentações tem sido copiadas por inúmeras outras jurisdições ao redor do mundo.

Ao longo dos últimos meses, foi descoberto que dois indivíduos dentre os licenciados pela KGC – UltimateBet e Absolute Poker – havia criado e realizado um esquema para enganar os jogadores. Em ambos os casos, a conduta abusiva destes indivíduos foi levada ao conhecimento dos licenciados, e da KGC, pelos jogadores afetados. A KGC reconhece o papel desempenhado por estes jogadores ao trazer à tona estes assuntos.

O primeiro caso envolveu o Absolute Poker. Após uma exaustiva investigação conduzida pela KGC e seus agentes, Gaming Associates, a KGC publicou sua decisão sobre o caso em 11 de janeiro de 2008. Esta decisão conclui que as trapaças que aconteceram não foram iniciadas e não beneficiaram o Absolute Poker como entidade empresarial, ou seus diretores ou principais proprietários. A decisão impôs um número de sanções e condições ao Absolute Poker, incluindo vinte e quatro orientações específicas de mudanças para sua gestão e sistemas. Foram fornecidas provas à KGC que todos os jogadores afetados pelas trapaças foram reembolsados completamente por suas perdas.

Pouco tempo após esta decisão tomada no caso Absolute Poker, a KGC ficou a par de alegações similares de trapaças envolvendo individualmente uma empresa irmã da Absolute Poker: Ultimate Bet.

Ao longo dos últimos meses, a KGC se envolveu profundamente em uma investigação profunda das alegações de trapaças no Ultimate Bet. Esforços significativos foram feitos para identificar e corrigir as falhas no sistema do Ultimate Bet que permitiram tais trapaças, para identificar os responsáveis pelas trapaças e garantir que todos os jogadores afetados sejam completamente reembolsados. Infelizmente, as ações da KGC não foram devidamente divulgadas à indústria do poker ou ao público em geral, criando a falsa imagem de que a KGC não estava “fazendo nada”.

A investigação da KGC sobre o UltimateBet produziu vários dos principais resultados que, dentro dos próximos dias, irá permitir à KGC emitir sua decisão sobre as medidas adequadas a tomar.

Deve-se reforçar que a principal preocupação da KGC em ambos os casos foi garantir que os jogadores afetados sejam ou tenham sido totalmente reembolsados e que medidas corretivas sejam implementadas para prevenir contra eventuais novos incidentes. Os dois objetivos foram realizados – evidenciados pelo fato de que os recentes assuntos levantados sobre o Absolute Poker e Ultimate Bet não estão sendo conduzidos pelos jogadores afetados.