Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Estratégia | Estratégia Hold'em

Jogadas De Poker Com Pokerpeaker – Não Se Apaixone Pelo Flop

Imprimir
Compartilhe

A-K costuma me quebrar, quase sempre.

Ele faz eu me apaixonar demais pelos flops, muitos deles.

Deixe-me mostrar o que isso significa.

Eu tenho {A-Hearts}-{K-Clubs} e sou o segundo a agir, e estou jogando $0,25/$0,50 NLHE no PokerStars. Então pensei em aumentar para $1,50, um raise padrão.

Eu recebo dois calls e os blinds também dão call. Como você pode ver, meu raise foi muito respeitado. Eu não culpo as pessoas. Eu não acertei o flop com A-K nas últimas 345 vezes que recebi. Eu tenho quase certeza que eles podem sentir isso.

Espere um pouco! O flop vem com {K-Spades}-{7-Diamonds}-{3-Spades}. Wow! Acertei! Acertei! Acertei!

Você consegue ver o que aconteceu aqui? Eu fiquei tão fascinado com meu A-K que já coloquei o meu nome neste pote. Eu disse que essa era uma mão perigosa.

Os blinds dão check. Eu tenho uma mão, então meu objetivo é cobrar para que os jogadores persigam o seu draw. São mais quatro jogadores na mão, então acho que ao menos um deles irá dar o call.

Eu aposto o pote, e todos dão fold, exceto o big blind, que me dá raise de mais $3,50.

OK, eu não acho que vou desistir da minha mão, pelo menos por enquanto. Ele poderia ter um flush draw. Eu não vou dar fold na única vez que acertei o flop com A-K. E ele daria check-raise com K-Q ou K-J também.

Um Ás aparece no turn.

É uma bela carta para mim, mas ainda não tenho certeza do que meu oponente tem, e se de fato ele tiver um set, eu perderei mais dinheiro. As chances de ele ter um set são bem pequenas, mas os jogadores os acertam de vez em quando (eu não).

Ele sai apostando all-in.

Wow. Que overbet!

Ok, eu não acho que ele tenha um set aqui. De fato, existem diversas mãos que eu posso vencer aqui, e por que ele moveria all-in se tivesse mesmo um set, a menos que ele tenha certeza que eu tenho A-K?

Se ele tiver um set, ele me pegou. Eu não posso dar fold aqui. Sua aposta é apenas metade do pote neste ponto.

Ele mostra K-7 quando o river não muda a situação, e eu ganho um belo pote. Ele tinha acertado dois pares no flop.

K-7?

Ele começa a falar no chat, me chamando de donkey e de um monte de outros nomes. Eu o lembro que ele estava jogando K-7, e ele diz “eu tinha odds para dar o call”. Provavelmente tinha, mas foi uma jogada estúpida.

Eu não falo pra ele o verdadeiro erro desta mão. Mas falarei pra vocês porque vocês não me xingaram como ele fez.

Seu verdadeiro erro foi o meu erro também. Ele se apaixonou pelo flop.

Ele tinha K-7 para dois pares. Quando o Ás apareceu, realmente, do que ele poderia estar ganhando? De um draw? Sim, mas apostando todas as fichas ali ele só será pago quando estiver perdendo. Eu pagaria um overbet com K-Q ou K-J? Provavelmente não.

Existiam muitas mãos que poderiam ganhar dele ali, e mesmo assim ele apostou all-in.

Por quê? Ele estava venerando o flop, aproveitando sua beleza sem olhar para os sinais de advertência. Foi um belo flop para ele. Eram os dois pares maiores. Mas esta mão sempre foi vulnerável.

Eu estava fazendo o mesmo. Estava ignorando o fato de que havia mais quatro oponentes na mão, diminuindo as chances de que um par fosse bom naquela situação e o fato de ter recebido um check raise de outro oponente. Eu tinha top-top com A-K!

Eu me apaixonei pelo bordo no flop. Ele continuou apaixonado por mim no turn.

Foi um final feliz para mim, e acabou partindo o coração do meu oponente. Na próxima vez ambos deverão ser mais cuidadosos antes de se apaixonar profundamente, tão rápido.