Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Estratégia | Estratégia para iniciantes

Escalada Online – Quando o Ego Entra Em Jogo

Imprimir
Compartilhe
Que tipo de jogador você se considera? Quero dizer quais os stakes que você joga, tanto no online quanto no live? Você é um jogador de grandes torneios? Um jogador de No Limit 100-200? Um dos jogadores do “Big Game” do Bellagio? Um jogador de Limit $0,50/$1? Você responder a esta pergunta revela um potencial perigo ao seu bankroll enquanto tenta construí-lo.

Recentemente, eu passei por uma fase muito ruim no poker. Como já escrevi anteriormente, eu comecei minha aventura online com apenas $50, para ver se conseguia duplicar o feito de Chris Ferguson de transformar $0 em $10.000 online (sim, sei que comecei trapaceando, mas não tenho tempo para passar pelos freerolls para começar e ganhar uns trocados. Acredite!).

No início, eu estava cuidadoso sobre quais limites eu jogaria, me permitindo somente jogar torneios e cash games justificáveis pelo meu bankroll. No meu ponto mais alto, eu tinha transformado meus $50 em $2.300, e tudo estava indo muito bem para os futuros ganhos. Ao mesmo tempo, eu tinha imposto uma regra que se eu perdesse mais de 20% do meu saldo, eu me forçaria a retirar dinheiro da minha conta online e usar para diversão com minha família, reajustando o meu nível de acordo com meu novo saldo. Desta forma, eu retirei $1.350 dos meus ganhos. Isto assegurou que esse projeto fosse lucrativo. Sim, sei que não há muito “gamble” nisso, mas não compartilho com a teoria de que os jogadores de poker têm que quebrar diversas vezes antes de acertar um grande torneio, pois eu acredito firmemente que se você tem essa idéia, e que se eventualmente acertar um “big score”, você perderá tudo o que ganhou mesmo assim.

E isso me traz de volta à pergunta inicial, sobre qual tipo de jogador você é.

Uma das partes mais gratificantes desta jornada foi subir gradualmente de nível. No início, minha comemoração se devia ao lucro de $1 em uma sessão de limit stud $0,04/$0,08. Muito melhor foi dobrar meu buy-in de $80 em uma sessão na $2/$4, ou chegar ITM em um torneio de $20, ao invés de $1. A endorfina envolvida em ganhar um grande prêmio é definitivamente maior do que quando se ganha um prêmio pequeno.

Eu comecei me definir como “no mínimo” um jogador Limit $2/$4, jogador de Sit & Gos $12-$27 e um jogador No Limit $0,50/$1. Infelizmente, com um bankroll menor devido as retiradas que havia feito, a variância normal do jogo significava que meu dinheiro restante estava em risco. E foi isso o que aconteceu. Neste momento, meu bankroll está um pouco abaixo dos $250, devido a uma combinação de falta de sorte, muitas jogadas ruins e a idéia guiada pelo ego sobre quais stakes eu “merecia” jogar.

O ego diz: “Continue jogando nestes limites, sua sorte vai virar, e como você já provou que pode ter sucesso neste nível, você terá novamente.”

E continua: “Basta acertar um torneio, e você estará de volta ao lugar que pertence.”

É a mesma voz que insiste em fazer o que você já sabe ser um call sem esperanças no river quando seu oponente acertou um de seus quatro outs. É a voz do perdedor.

O vencedor controla o ego, ao invés de se deixar controlar por ele. O vencedor é humilde, sabendo que o universo não o deve nada, percebendo que a sorte não existe, e que não há vergonha em jogar em um nível seguro para reconstruir sua volta. Em muitos aspectos, esta crise financeira pela qual passamos se deve ao ego... Os bancos criaram uma situação onde eles estavam jogando em stakes cada vez maiores e mais arriscados, até que a variância, como sempre faz, os pegou de jeito.

Nos últimos dias, eu reduzi severamente os meus níveis de jogo e meus buy-ins de torneios. Voltei aos jogos limit $0,25/$0,50 e torneios de $4 e $5. Para ser honesto, não é fácil. Eu me encontrei fazendo jogadas arriscadas com mãos marginais, simplesmente porque não ligava para a quantidade de dinheiro envolvida nos potes que estava jogando. Estou mais impaciente com o tempo que demora em ganhar algum dinheiro nestes níveis, e como resultado, perseguindo mãos que eu sei que deveriam ser descartadas. Ironicamente, no passado joguei níveis ainda mais baixos e estava completamente feliz em ter algum lucro, por menor que fosse. Mas ainda sinto em minha boca o gosto dos ganhos mais rápidos.

O que eu preciso fazer é simples. Tenho que voltar minha mente para quando comecei esta jornada, que é apenas desfrutar do desafio de jogar o meu melhor para ganhar, independente do nível. Manter-se concentrado neste momento e saber qual jogada fazer a cada momento do jogo é uma recompensa que, em muitos aspectos, é mais gratificante do que o resultado financeiro destas decisões.

Você já passou por isso, certo? Quando cada jogada se torna mais clara, onde você sabe onde blefar, contra quem blefar, e quando deve ser mais passivo...? Esta é a zona onde os grandes jogadores estão com mais freqüência do que não. É aí que os vencedores a longo prazo se estabelecem. É onde eu quero ficar!

Nos vemos nas mesas!