Cookies on the PokerWorks Website

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue without changing your settings, we'll assume that you are happy to receive all cookies on the PokerWorks website. However, if you would like to, you can change your cookie settings at any time.

Continue using cookies

Estratégia | Estratégia Torneios

Conceito Gap – Conclusão

Imprimir
Compartilhe
Não São Somente As Cartas

último exercício serviu para forçá-lo a usar o Conceito Gap em cada situação possível, para que você pudesse ver o que funciona e o que não funciona. Obviamente, aumentar toda vez que você for o primeiro a agir não é a melhor maneira de jogar. Eu não cansarei de falar o quão importante é observar seus oponentes e saber se eles são tights ou looses, e quais são suas tendências para o call quando aumentam em seus blinds. Se você fizer isso, você poderá aplicar o Conceito Gap corretamente como falado na seção anterior.

Quando você se senta a mesa, note quantas vezes um jogador aumenta se ele é o primeiro a agir. Se ele aumenta muitas vezes, seu Gap será maior contra ele. Se ele não aumenta muito, o seu Gap se torna menor. Também fique atenta às vezes que eles dão call nos blinds. Isto é como se fosse o oposto. Se um jogador paga os raises freqüentemente, então seu Gap deverá ser menor contra ele e você só deve aumentar com mãos fortes. No entanto, se seu oponente der fold com freqüência no big blind seu Gap deverá ser maior e você deve aumentar deliberadamente em seu blind.

A maior força do Conceito Gap é que ele o força a jogar poker agressivamente, mas o faz de forma sensata. Muitos jogadores intermediários (e até alguns avançados) cometem o erro de se preocupar com suas próprias cartas ao invés de roubar aquele dinheiro morto na mesa. Eles vêem uma mão como 9-4 e não conseguem aumentar. Eles deixam o medo entrar em suas cabeças sem perceber o valor em se fazer esta jogada. “E se eles derem call?” - “E se eles derem raise?”. Não é este o ponto fundamental no Conceito Gap. Aproveitar as tendências de seus oponentes para aumentar seu stack com risco mínimo. O Conceito Gap leva em conta o tamanho dos stacks e posição, e as tendências naturais das pessoas de sobreviver em um torneio de poker.

Quantas vezes você jogou um torneio de poker no PokerStars ou no Full Tilt Poker esperando uma boa mão para jogar? Você senta lá e espera... e espera... e espera... e espera... ah, você entendeu. Este é um dos grandes problemas no poker... as cartas nem sempre cooperam. Você deve fazer algo para controlar seu destino. Aplicar o Conceito Gap ao aumentar como o primeiro a agir em situações para roubar os blinds tem duas vantagens.

Primeiro, você pode manter ou aumentar seu stack com risco mínimo. Digamos que os blinds estejam em 1000/2000 com ante de 300 em uma mesa com 9 jogadores. Já há 5700 no pote antes de qualquer ação. Você tem 30.000 em fichas e aumenta para 6.000 do cutoff com 9-4off. Se todos derem fold, você terá 35.700 em fichas.

Agora, digamos que 1 a cada 3 vezes alguém aplique um re-raise e você dê fold. Nestas três vezes você terá um lucro de 5.400 (11.400 -6.000). Se você aplicar o conceito corretamente como descrito na parte 1, eu acho que ganhar 2 de 3 vezes é atingível. Mesmo ganhando 3 de 5 será uma jogada lucrativa. Eu não vou nem falar das vezes que você ganha ainda mais quando o jogador no blind dá call, check no flop e você ganha o pote com uma aposta de continuação devido a sua posição.

A segunda vantagem em aplicar o Conceito Gap como primeiro a agir é que isso faz com que seus raises sejam menos respeitados. Seus oponentes sabem que você está aplicando pressão. Eles sabem que seu range para raise pode ser qualquer coisa. Há mais chances de receber ação quando seu range pode ser qualquer coisa. Você pode estar se perguntando como isso pode ser bom... Pense por este lado: você esperou por aquela mão. Finalmente você recebe um par de Ases no botão. A ação chega em fold até você. Perfeito! Os blinds irão pensar que você está roubando e podem jogar contra você. Você aumenta. Infelizmente para você, seus oponentes estavam prestando atenção. Eles sabem que você não jogou uma mão sequer em uma hora. Eles sabem que você provavelmente não está roubando com 9-4off. Eles dão fold. Você ganha os blinds e volta a dar fold por uma hora. Mas e se você tivesse dado raise 5 vezes nas últimas três voltas? Eles poderiam não respeitar o seu raise da mesma maneira. Talvez eles apliquem um re-raise com par de cincos, ou duas figuras e você ganhará mais fichas com sua grande mão. Jogo agressivo = valor nas grandes mãos. Simples assim. Aplicando o Conceito Gap você ganhará potes maiores com suas mãos Premium.

Uma última vantagem do Conceito Gap é manter os jogadores afastados de situações problemáticas em potes com raise. O Gap diz que você precisa uma mão melhor para pagar um raise do que você precisaria para abrir o pote. Isto o força a desistir de mãos como K-J ou A-10 em potes com raises. Isto é uma boa coisa. Mantém o jogador afastado das decisões difíceis pós-flop e de perder fichas desnecessárias quando não acertarem o flop contra jogadores que têm provavelmente a melhor mão.

Não pense, no entanto, que tudo é perfeito no mundo do Conceito Gap. Não é. Existem problemas que podem surgir quando você o aplica. A maioria dos assuntos resulta da falta de conhecimento do conceito. Muitos jogadores o usam muito liberalmente. Sempre que eles são os primeiros a agir, eles aumentam. O problema aqui é que muitos oponentes irão pagar e dar re-raise nestas apostas. O Conceito Gap é mais eficaz quando os jogadores estão dando fold e jogando apenas mãos boas contra você (assim você pode definir suas mãos de alguma maneira).

Outro problema? Algumas vezes você irá encontrar jogadores com mãos boas. Não há nada mais frustrante do que aplicar o Conceito Gap como primeiro a agir e receber um re-raise, ou calls por quatro vezes seguidas. Como todo conceito você deve entender que sua utilidade se mede após uma grande amostra de mãos, e não em apenas um torneio. Para cada vez que você receber um re-raise três ou quatro vezes seguidas, haverá vezes que você ganhará os potes cinco ou seis vezes seguidas também.

Uma última nota sobre uma desvantagem do Conceito Gap. Ele funciona melhor quando os blinds estão maiores, ou quando os antes entram em jogo. Ele é menos eficaz nos estágios iniciais do torneio porque pagar um raise custa apenas uma pequena porcentagem do stack dos oponentes e porque a recompensa por ganhar um pote pré-flop incontestadamente é bem menor. Por outro lado, há algum valor em pagar raises nos estágios iniciais do torneio com mãos menos importantes que você daria fold nos estágios mais adiantados do torneio, já que os implied odds são maiores. O Conceito Gap é mais eficaz quando o seu raise inicial significa alguma coisa para seus oponentes.

Se todos sabem sobre o Conceito Gap e o usam, então é importante também não só saber aplicar o conceito, mas se defender de quem usa o Conceito. A primeira coisa é identificar o jogador que usa este conceito. Geralmente é fácil descobrir. Se ele aumentou 2-3 vezes em uma volta, ele provavelmente está usando o Conceito Gap. É a lei da probabilidade... ninguém recebe cartas boas tantas vezes assim (pelo menos eu não recebo, se você recebe, me fale por favor pra gente combinar algo...).

Uma vez identificado o jogador, você precisa de duas coisas para jogar contra ele. Primeiro, ninguém deve ter dado call entre você e este jogador (embora há algo a ser dito sobre uma jogada chamada squeeze nestas situações, mas isto é assunto para um capítulo diferente). Segundo, você deve estar perto de encerrar as ações. Não há nada mais frustrante do que colocar um grande re-raise sem nada e receber um novo raise. Tipicamente você deverá estar nos blinds ou no botão para jogar contra este tipo de jogador. Se você identificou corretamente o jogador e cumpre as condições acima você está pronto para jogar de volta contra ele. Um erro que muitos jogadores cometem é apenas pagar o jogador que usa o Conceito Gap. Este é um erro fundamental. Em algumas circunstâncias eles terão posição sobre você depois do flop e você estará dando a eles a chance de acertar algum milagre no flop com sua mão ruim.

A jogada correta é aplicar o re-raise em uma quantidade significante para afastar mãos marginais. O valor correto irá variar, mas acho que o mais correto e mais eficaz é aumentar 2x o total do raise do primeiro jogador. Assim, se ele aumentou para 3.000 com os blinds em 500/100, eu daria o raise de 6.000 para 9.000 no total. Estou dando 2:1 de chances para ele pagar, e se ele quiser pagar com 7-5 off, o problema é dele. Se ele tiver uma grande mão e anunciar all-in ou outro raise, eu paguei o mínimo correto para receber esta informação. Se você jogar corretamente contra um usuário do Conceito Gap uma ou duas vezes em um torneio, você ganhará potes significantes que nunca ganharia se estivesse jogando apenas suas cartas.

Os dois propósitos principais do Conceito Gap é o de restringir as mãos com as quais você dá call quando há um raise e abrir um pouco mais a gama de mãos com as quais você dá raise quando a ação chega em fold até você. Ao aplicar a dinâmica da mesa (observação dos jogadores e suas tendências) às pessoas em sua mesa, você saberá quando pode usar o Conceito Gap para sua vantagem máxima para manter e ate mesmo aumentar seu stack quando não recebe boas cartas. É fácil ganhar potes quando você tem cartas... Ganhar quando você não recebe nada faz a diferença entre os jogadores. Na seqüência, falaremos sobre “moves” pré-flop.

*Teste o Conceito Gap com dinheiro grátis no PokerStars – disponível por tempo limitado, peça o seu agora!*